www.carapecos.maisbarcelos.pt
Imprimir esta página
OS LIMITES DA NOSSA FREGUESIA

Os marcos divisórios delimitam as terras, identificam as propriedades e preservam os seus direitos. Foi essa a sua fundação desde os tempos imemoriais a marcar países, freguesias e propriedades particulares.

 Em Carapeços o desaparecimento dos marcos intermédios entre o de espinhoso (comum a Carapeços Silva e Santa Leocádia) e o da fonte do Pendão (comum a Carapeços Silva e Lijó, mencionados no tombo, que demarcam entre Carapeços Silva, motivou o diferendo que o actual autarca daquela freguesia, por seu livre arbítrio, tem fomentado, desde os anos 73, ao pretender forjar novas divisórias para ampliar a sua autarquia.

O vizinho autarca foi mexer na história após 424 anos pois foi em 1549 que ao dia dez de Agosto os ditos juízes tombadores com dois homens bons e o notário foram demarcar os limites da dita Igreja. Até que em 1973 “José Sousa” regressa de África e os marcos ali colocados sobre juramento levaram sumiço. Mas sobre isso falaremos noutro artigo aqui a publicado. 

Recomeçamos pelo Marco do Pendão o respectivo item original;

 

                

                                     Marco da fonte do Pendão

 

1º.—A os dez dias de Agosto da sobredita era os ditos juízes tombadores com os dois homens bons e comigo notário fomos demarcar os limites da dita igreja, segundo a carta do Reverendíssimo Senhor e Arcebispo primeiro publicada a D. Pedro chantre da Sé de Braga e assim a Fernão Pereira confirmado em Santa Locaia e a Diogo Pires cura em São Fins pelos limites abaixo declarados, -ITEM—à frente do perdão ( ? ) está uma cruz lágea com um sino saimão antigo e esta lágea está na Bouça da Sorda por alcunha  e a lágea tem agora uma cruz que demarca entre São Gião e Carapeços”. É o Item que descreve o primeiro e o segundo marco:

 

 

 

           

                                      Marco da Bouça da Sorda

 

“Item – Aos Memórias detraz do outeiro o caminho que vai da Areosa para Barcelos na encruzilhada debaixo do Souto”.    

 

            

                                            Marco"detraz do Outeiro

 

È o segundo Item que refere o Marco situado ao lado do caminho que vai da nova estrada, a nascente da Quinta da Sorda, para a “estrada velha”na Ranha, (referenciada “Nos roteiros dos Caminhos de São Tiago), que delimita entre Carapeços e Lijó. No Ano 2000 foi metido na parede do caminho, ao lado, para facilitar o acesso á nova fábrica de confecção de meias, construída um pouco á frente. As siglas S. S. P. Indicam que a freguesia de Lijó pertencia à “Santa Igreja de Patriarcal” de Lisboa, como está demonstrado no opúsculo “Os limites entre Carapeços e Silva --Anexo— Separata”págs.162 de 1995)     

 

3º.Item— parte com outro marco que está no fundo da Ranha sobranceiro à Estrada Velha, a sul da nova estrada que vai para o Campo, entre os lugares da Ufe e da Gandra. Ali convergem Carapeços, Lijó e Campo.   

 

             

                                                     Marco da Ranha

 

A divisão segue dali para o . - Item, mais a norte, A pedra seletada é marco e é uma pedra grande e no meio á feição de seladouro tem uma cruz nova. Acaba de ser construída ao norte uma nova moradia, mas o marco mantém-se no sítio original.

 

            

                                                   Marco Seletado 

 

Este marco descrito no tombo com a forma que apresenta na foto tem uma cruz de potentada e divide Carapeços de Campo, entre os lugares de Sabariz e da Gandra. Dali a linha dos limites segue para norte até a 5º maço referenciado no tombo.

 

            

                                                      Marco do Agro

 

5 º. -Item— Demarca a igreja pelo Penedo do Agro da Pena que tem uma cruz nova e duas cruzes velhas.  

O Penedo do Agro entre Carapeços e São Fins acima descrito, conserva as duas “cunheiras velhas”, mas a cruz desapareceu.

Dali a linha divisória segue para o marco seguinte descrito no 6º Item— Demarca pela azenha velha direito à pedra do Salgueiral que tem uma cruz nova com quatro pontos redondos “ Não localizamos este marco. Estamos a documentar todos os marcos citados no Tombo da freguesia, mas só apresentamos fotografias dos que encontramos no terreno Livro P A.C. património C. R. de Carapeços e T S Leocádia. P pág. 275

 

No lugar da Picota, a nascente das casas e num plano inferior á via-férrea, encontra-se outro marco que divide Carapeços São Fins. Está metido num valado te tem gravada uma cruz, que o pai da actual proprietária dizia ser marco de freguesia.

 

 

           

                                                    Marco da Picota

 

A partir deste marco começa a subida para o monte. Dos marcos, que desconhecemos, vejamos o que diz o Tombo: Ao catorze de Agosto do sobredito ano os juízes com os homens bons e comigo notário e como Doutor Álvaro Barbosa fomos demarcar e acabar de limitar pelos montes. Item— Limita pela ousadia da ermida de São Miguel onde está uma pedra com uma cruz nova (permanecem perfeitamente identificados no terreno os vestígios dos alicerces da capela) e daí limita por baixo da bouça da Igreja pelo caminho que vai à fonte do ermitão que está debaixo da ermida e daí demarca a um penedo que está sob outro penedo pequeno que está na bouça de João Alvares o Minhoto por alcunha freguês de São Fins e o penedo tem uma cruz descontra o abrego e dali direito pelo caminho que vai ter à fonte dos Telhados onde está um penedo `beira do caminho que tem uma cruz nova e dali `a fonte da Largateira que está metido em uma bouça de Afonso Ruiz e da fonte da Largateira direito a um penedo que se chama a Lage da Cheira que tem uma cova e tem uma cruz que marca direito a ambas as fontes um pedaço da bouça é de Carapeços assim como demarca direito daí demarca ao Outeiro de Pinoucos que tem uma cruz nova e tem as vertentes para Carapeços”.Nesta zona voltamos a reencontra os marcos. Livro P A.C. património C. R. de Carapeços e T S Leocádia. P pág. 276.

 

Logo acima de Penoucos encontra-se um marco da Casa de Bragança, ao lado do caminho, que nos dizem ser também marco divisório da freguesia.

 

 

           .

                                         Marco da Casa de Bragança

 

Vamos completar o elenco dos marcos descritos atrás com registo dos restante, que conhecemos, comuns a Carapeços e Santa Leocádia, mais os que a separa da Silva e abade do Neiva até Vilar do Monte, a começar pelo Penedo do Mês ou da Mesa.

 

            

                                       Marco do Penedo da Mesa 

 

O Penedo da Mesa tem já a sua história. Em 1947,a junta de Carapeços vendeu, indevidamente, esse penedo a um pedreiro da freguesia para ser transformado em esteios. Carapeços era uma terra onde predominavam os pedreiros ou montantes (assim designados por trabalharem no monte). Alertadas as três juntas confrontantes (Santa Leocádia, Carapeços e Quintiães—a freguesia de Fragoso que os mapas apresentam a dividir com Carapeços fica nas proximidades, mas não confronta  com esta freguesia ). De forma muito acertada embargaram os trabalhos e encetaram negociações com a Junta de Carapeços e com o dito pedreiro para ser remediada a destruição do penedo, citado no tombo e que era marco de estremas das três freguesias.

A acta da junta de Santa Leocádia de 17-08-1958, descreve minuciosamente os factos e o novo marco que foi implantado no local, ostentando as iniciais de cada freguesia e tem a data de 1958,da sua implantação.

 

A freguesia de Carapeços está separada da de Santa Leocádia por este marco e pelos marcos da bouça das Laranjeiras (maninho de Santa Leocádia), do castelinho do porrido, no Alto do Penido, do Pedrogo e do Escairo. Mais, numa linha muito recta – até Espinhoso, os que vamos apresentar a seguir.

É o Tombo que todos documenta, Diz “..Da Pena de Mesas direito ao Castelinho do Porrido dali a Penedo encavalgado e dali pela carreira abaixo direito á quinta do Escairo e dali direito Outeirinho de Azevide e dali por Lamas abaixo vai ter a Espinhoso.

     

 

                   

                                                                 Marco da Laranjeira

 

 

 

             

                                 Marco do Castelinho do Penido

 

 

 

                

                           Marco do Pedrogo,no Lugar do Pedrogo

 

No lugar de Escairo entre o marco do Pedrogo e do Escairo, junto da casa de Domingos Dias Ferreira, uma linha divisória entre Carapeços e Santa Leocádia ocasiona situações curiosas, com as pessoas a fazerem a sua labuta diária e constante., dentro das moradias e nos quintais, repartidos em simultâneo pelas duas freguesias, sem que isso seja causa de problemas ou atritos, como se poderá verificar pelo mapa pormenorizado do local:

 

Depois, a norte   da via férrea, temos ainda o marco de Caride numa bouça da Confraria do Senhor de Carapeços 

 

 

                 

                                               Marco de Escairo

 

Depois, a norte   da via férrea, temos ainda o marco de Caride numa bouça da Confraria do Senhor de Carapeços 

 É a sul do caminho de ferro, no cimo do Outeiro (alto da Cachada) está outro marco.

 

                        

                                                   Marco de Caride

 

     É a sul do caminho de ferro, no cimo do Outeiro (alto da Cachada) está outro marco.

 

                 

                                           Marco do Alto da Cachada

 

Na ordem do Tombo supomos tratar-se do que vem descrito no “Outeirinho de Azevide”,por estar sobranceiro e antes do de Lamas. Ver a seguir.

 

               

                                               Marco de Lamas

 

Mais a sul havia uma pedra marcada com uma cruz, cujos anteriores proprietários diziam ser marco de estremas e dividia a chamado campo da Toríbia, com dois artigos repartidos pelas freguesias de Carapeços e de santa Leocádia. Hoje 2006 pertence a Francisco Fernandes Correia. E chegamos , nesta caminhada á volta de Carapeços ao  marco de espinhoso.

 

              

                                         Marco de Espinhoso

 

É um ponto de confluência entre Carapeços e Silva e Santa Leocádia.

Entre Carapeços e Silva desapareceram os marcos descritos no Tombo de Carapeços, que diz:

Espinhoso e dali pela cangosta que vai por baixo de Lamas onde dizem que se arrigou (sic) o marco que se poz no Arco de Santa Catarina e dali demarca a Carapecinhos e dali vai ter à Pedra do Escudo que está na careira que vem para Carapeços a qual está dentro de uma bouça de Álvaro Pinheiro e sobre este marco há diferença por dizerem uns que é outro que está em Santa Catarina naquele Gandra “ O Tombo, que tudo documenta, termina com a sua autenticação; eu António de Miranda notário apostólico por autoridade apostólica que por virtude de uma carta do Reverendíssimo Senhor Arcebispo a publiquei na estação da missa de Carapeços ás pessoa que pretendiam ter limites com a dita igreja (Paroquia) de Carapeços com os juízes e homens bons fomos demarcar os limites da dita Igreja guardando a forma da dita carta e por pessoa fidedigna fiz tirar a nota e assinei de meu sinal público que tal Rogatus Et Requisitus. (Sinal do notário, incluindo a legenda”.



 

Presidentes de Junta. 

CARAPEÇOS

 

"Tio Zilo" O Poeta"

SEDE JUNTA DE FREGUESIA

De 2ª a 6ª Feira:

Manhã: 9,00 - 12,30 horas

Tarde: 14,00 - 17,00 horas


Farmácia de Carapeços    Horário

Segunda a Sexta - Feira

09:00 – 20:30

SÁBADO

09:00 – 13:00 , 15;00 – 20:00

Domingos e Feriados 10h - 12h30

Tel.253882197


Extenção de Saúde de Carapeços

Horário

Segunda a Sexta-Feira

Manhã 08:00 -12:30

Tarde-13:30 -17:00

Tel.253881288

Linha azul 253883444


  A Junta de Freguesia agradece a vossa visita, volte sempre...  

Mapa de Carapeços
 
De
Clique na Imagem

 Bolsa de Mérito

Bolsa de estudo, para os alunos de Carapeços.

 

 

Carapecos Online.

Notícias, informação e discussão!


 

ACDC. Notícias


"Imagem de S.ªTiago" 

25 de julho dia do Padroeiro desta Freguesia.