www.carapecos.maisbarcelos.pt
Imprimir esta página
Património arqueológico de Carapeços.

 

O Castro de Carapeços.

 

O Castro da Picarreira é um povoado da Idade do Ferro do Noroeste Peninsular, situado nesta freguesia, ocupa um dos muitos cabeços da encosta meridional do Monte Tamel , em contacto com os terrenos agrícolas mais elevados, por onde deve ter começado o processo de desmatação e agricultação do extenso Vale do Tamel. Nele se implantaram em seguida as freguesias que o formam. (Brochado de Almeida, em Barcelos património, pág. 79.

Descoberto o castro de Carapeços pelo Engenheiro João Alvelos, ainda estudante, nos anos 40-50, só no ano de 1948, quando sabemos apareceu a primeira alusão escrita à sua existência.

Filho do proprietário da bouça, onde o mesmo se encontra, e constrangido por motivos familiares deixa esta freguesia e a abandona os seus trabalhos de prospecção, “à vista deixou bem tratadas 7 casas, uma das quais rectangular e um pano de 15 metros de muralha”  

Obs. Texto transcrito do livro do Padre Alcino em P.R.C Carapeços e Leocádia.Pág.288.

 

                                                    "Vista das ruínas do Castro"

 

 

                           "Fragmentos cerámicos e de ferro e Moeda romana"


 

Capela de São Miguel.

 

 O culto de São Miguel Arcanjo teve um grande acolhimento nesta freguesia.

A sua tradição continua viva na memória das pessoas. Os documentos, afirmam a existência da capela. São documentos o relatório de 1758, que se poderá ver na página 81 e “O Minho Pitoresco”onde J.A. Vieira escreveu em 1887.

 

Carapeços pertence, no alto do monte em cuja encosta a freguesia se reclina, a cappela de S. Miguel, que a tradição diz ter sido a primitiva matriz e onde se vae ainda em 29 de Setembro em clamor festival”

Deles se conclui já ser antiga, no seu tempo a capela, por ter ligado uma tradição e por conseguinte, mais antigo o clamor e o culto aos santos referidos.  

Hoje ainda se vêem no alto do Monte sobre a encosta inclinada para nascente, algumas pedras dos alicerces, que nos mostram o local exacto da capela. Há livros de uso da freguesia de Carapeços de 1920 aprovado por o D. Manuel Viera de Matos a 15 de Outubro de 1921, que impunha ao pároco a obrigação de fazer na freguesia o clamor, sem missa, além de outros, a S. Miguel no dia 29 de Setembro e S. Catarina a 25 de Novembro.    

Agora os nomes soam apenas como lugares de Carapeços, recebidos dos respectivos Santos.

Ao menos ficou a imagem de S. Miguel, que ainda hoje se venera na igreja Paroquial.

 

 Obs. Texto transcrito do livro do Padre Alcino em P.R.C Carapeços e Leocádia.Pág 61.


Campa do Frade

 

Apenas sabemos tratar-se de um toponímico indicativo referido por várias pessoas, mas ninguém desta Freguesia nos sabe dizer quem foi o Frade, a sua história, e como morreu. A pedra da Campa é de escassas dimensões e encontram-na no caminho entre os lugares do Pereiro e Samil, a dez metros da saída da serração de madeiras. Com o largamento do caminho a pedra foi colocada no muro lateral, no mesmo local.

 

 

             "Vista da pedra"                                       "Caminho do pereiro"

 


 

Presidentes de Junta. 

CARAPEÇOS

 

"Tio Zilo" O Poeta"

SEDE JUNTA DE FREGUESIA

De 2ª a 6ª Feira:

Manhã: 9,00 - 12,30 horas

Tarde: 14,00 - 17,00 horas


Farmácia de Carapeços    Horário

Segunda a Sexta - Feira

09:00 – 20:30

SÁBADO

09:00 – 13:00 , 15;00 – 20:00

Domingos e Feriados 10h - 12h30

Tel.253882197


Extenção de Saúde de Carapeços

Horário

Segunda a Sexta-Feira

Manhã 08:00 -12:30

Tarde-13:30 -17:00

Tel.253881288

Linha azul 253883444


  A Junta de Freguesia agradece a vossa visita, volte sempre...  

Mapa de Carapeços
 
De
Clique na Imagem

 Bolsa de Mérito

Bolsa de estudo, para os alunos de Carapeços.

 

 

Carapecos Online.

Notícias, informação e discussão!


 

ACDC. Notícias


"Imagem de S.ªTiago" 

25 de julho dia do Padroeiro desta Freguesia.